quinta-feira, novembro 26, 2009

O Sol e a Soberba

Quando o Sol se levantou naquela manhã,
A Soberba já estava em pé o aguardando.

— O que faz à minha espera?
Perguntou o Sol em seu fulgor de beleza.
Soberba, que vivia de eras e eras, respondeu:
— Vim cumprimentar-te realeza!

— Tu!? Que vive de ti mesmo e nada mais?
Confessa então submissão a quem te ilumina?
— De modo algum! — Soberba respondeu.
Eu te dou a luz, Estrela, esta é tua sina!

Enfurecido, o Sol sobe ao alto do céu:
— Tu!? Um ínfimo orvalho que se desfaz sob meu calor?
Tu!? Que não passa de um túmulo dourado dos homens!
Que se alimenta de esterco e de corpos a se decompor!

Soberba, em sua ignorância, sorriu em seu brilho:
— Mas a quem preferem os homens? Responda-me essa!
Senão a quem os glorifica e os elevam no pedestal!
E não a ti, que és sempre o mesmo, todos os dias, ora essa!

Ardendo em raiva, gritou o Sol:
— Sem mim, nem a ti existiria! Quanta ingratidão!
Insulta-me teu pedestal invisível e tua artificialidade!
Destruo a ti com apenas um dedo de minha mão!

— Não sejas tolo, grande rei!
Existo até mesmo em tuas palavras!
Meu fim é impossível! Os homens oram em meu dourado túmulo!
E neles para sempre viverão minhas larvas!

Vencido, o Sol se pôs aquele dia.
Soberba manteve sua pose e seu sorriso.
Naquela noite os dois iriam dormir em seus túmulos.
Enquanto os homens se afastam do paraíso.

9 comentários:

  1. Me lembrou o tom daquelas epópeias...rs
    Adorei Paulinho!

    ResponderExcluir
  2. Excelente fii!! É como se o sol fosse um emoticon do msn com oculos escuros e kra de mafioso... continue assim!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom!
    Retrata bem aquelas típicas situações em que alguém condena o outro por algo que ele próprio também possui... É mais fácil condenar os outros.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Aaeeeeeeeew \o/
    Cada dia eu me surpreeendo com vc...
    quando acho q jah li o seu melhor... vem vc com algo ainda mais emocionante...
    meu poeta favorito!!!
    Que vc escreva mtas e mtas linhas nesse livro da vida ^^

    Beeeijo Paulo!!!

    ResponderExcluir
  5. Um retrato perfeito de nossa raça.

    Parabéns Paulo... (de joelhos, reverenciando)

    ResponderExcluir
  6. Mtooo bom!!

    Esse aí é de se ler e de fitar os pés, envergonhado de fazer parte dessa raça repleta de imperfeições!!

    Parabéns Paulo!

    abraço!

    ResponderExcluir
  7. Paulo!! Vc é muito bom, menino!!

    Retrato vergonhoso do que somos. Bom mesmo!!

    Parabéns.

    ResponderExcluir
  8. Mitologia ou alegoria? Talvez um pouco de cada.

    ResponderExcluir
  9. Quem é o autor do texto?

    ResponderExcluir